Translate

domingo, 11 de outubro de 2009

para reacertar o ritmo

depois de suportarmos hoje, muitos, os dedos de poucos nos olhos e noutros órgãos de ver..

A memória e a fantasia, que constrói a representação do futuro, alteram os fenómenos a que se ligam. O presente não altera: se à representação de um homem junto o "agora", o homem não ganha por isso nenhuma nova nota. Os predicados modificadores do tempo são irreais e pertencem a uma série contínua com uma única determinação real, a que se agregam, em diferenças infinitesimais. (Brentano)

O mais estranho é o carácter de necessidade da imagem e da metáfora. As coisas vêem por si até nós, desejosas de converter-se em símbolos: querem voar. E através de cada símbolo voas tu para cada verdade. Eis que abrem para ti todos os sentidos da palavra; e todo o ser se converte em palavra e tudo quanto existe quer através de ti alcançar o segredo da palavra. (Nietzsche)

A vida da consciência está num fluxo constante, em que todo o novo reage sobre o antigo, que aponta novamente para o novo, o qual modifica as possibilidades reprodutivas do antigo. (Husserl)

Porque aquilo que em vós existe de infinito habita o castelo celeste, cuja porta é a bruma da manhã, cujas janelas são as canções e os silêncios da noite; tem consciência da eternidade da vida; sabe que o presente é só memória do dia de ontem e que o amanhã é sonho do presente. Aquilo que em vós canta e em vós contempla mora ainda nos limites do primeiro momento que semeou as estrelas no espaço. (Khalil Gibran)

O que se pode amar no homem é que ele é uma passagem e uma queda. (Nietzsche)

Liberdade - para caminhar livre e não conhecer superior. E a tua própria carne será um grande poema. (Whitman)

Sem comentários:

Enviar um comentário