Translate

sábado, 17 de outubro de 2009

Ícones: R.D. Congo

Mbangu, Pende, Zaire, séc. XIX-XX, col. Musée Royal de l'Afrique Centrale, Tervuren. Pertence à categoria de máscaras que personificam ideias de desordem e desequilíbrio, possivelmente alguém que foi vítima de um feitiço.


Guilherme de Santa Rita (Santa Rita Pintor), Cabeça Cubo-futurista, 1912, col. Museu do Chiado.

Guilherme de Santa Rita (1889-1918). Fundador da arte moderna em Portugal, pioneiro do Futurismo, juntamente com Amadeo Souza-Cardoso foi promessa de recuperação do atraso que se abateu sobre a arte nacional durante o séc. XIX. Esteve em Paris, em 1912, como bolseiro, mas perderia a bolsa por ideias monárquicas e más relações com o Embaixador. A sua última vontade foi que destruíssem todo o seu trabalho, pelo que restam apenas esta Cabeça - magnífica como um arquétipo primordial - e uma obra abstrata. Morreu em Portugal, em 1918, mesmo ano da morte de Amadeo.

Sem comentários:

Enviar um comentário